Mercado Financeiro

O Coronavírus e o comércio exterior

by Cheap2ship

Quando tratamos de um acontecimento como o Coronavírus, com origem na segunda maior economia mundial e em um dos centros econômicos mais famosos do planeta, a China, é imprescindível levar em consideração suas consequências em escala global. O impacto no mercado mundial se mostra cada vez mais claro. Os grandes mercados financeiros retraíram seus investimentos, a economia entrou em clima de alerta e o mercado financeiro está tímido.

Comércio Exterior

O Brasil, que tem como seu principal parceiro comercial a China, tende a sofrer com a evolução do vírus de várias formas. Levando em consideração os commodities, os produtos com maior volume exportados para o país asiático, tendem a sofrer com uma futura desaceleração da economia chinesa. Levando em conta que seu preço é definido pela demanda, por isso a receita gerada tende a ser afetada e o excedente em mercado nacional acaba sendo muito maior que o esperado. 

Com relação a importação, a partir de análises, percebe-se uma queda quando comparado a períodos anteriores ao Coronavírus, cerca de 4% de declínio. A demanda internacional reduziu e os grandes conglomerados industriais estabelecidos em território chinês tiveram a produtividade drasticamente afetada devido a questões de prevenção ao vírus. A perspectiva futura é de que a situação volte a normalizar em um prazo de um mês.

Mercado Financeiro

Várias constantes sofreram mudanças devido a propagação do Coronavírus, uma delas foi a previsão de crescimento da OCDE (PIB), o percentual perdeu 0,5 pontos e relação à projeção anterior para o mesmo ano. As bolsas de valores vem anunciando uma grande baixa desde o princípio do vírus, e de fato apresentaram uma grande queda após os anúncios de preocupação da OMS. Porém, dentro de tantas baixas e quedas houveram valorizações em algumas áreas, é o caso do ouro e o nicho de produtos de higiene. 

O corte nas taxas de juros americanas representam bem a situação. O governo busca estimular a economia por meio de empréstimos a fim de evitar um pior cenário. Já o dólar, por ser considerada uma moeda segura por investidores, geralmente apresenta altas em sua cotação frente a climas de incerteza.

Leia também: Motivos para comparar preços em operações de frete

Influência na contratação de fretes

Com relação às importações e exportações, a instabilidade é consequência do evento do Coronavírus e pode sofrer mais com eventos inesperados. Afetando até mesmo o preço de fretes internacionais e nacionais, assim como a visibilidade do processo de contratação. 

Devido ao mercado chinês operar abaixo da capacidade suportada, isso acaba influenciando diretamente no tempo do transporte e acarretando em atrasos e comprometimentos de armazenagem das cargas. Por isso, a transparência e visibilidade do processo de contratação de fretes se torna imprescindível no atual cenário do mercado.

Como driblar essas possíveis barreiras? Talvez fugindo da maneira tradicional de contratação de fretes: por telefone e e-mails infinitos. Hoje, a Cheap2Ship oferece um serviço único para cadastro de todos os seus fornecedores em uma única plataforma, driblando o mercado e indo em direção à transparência, visibilidade gerencial e otimização de tempo, que já era necessário e no momento, se torna ainda mais.

Conclusão

As reações do mercado se mostram normais frente ao Coronavírus, certamente é válido citar que em eventos similares que ocorreram previamente, como é o caso do SARS e H1N1, o mercado se comportou quase da mesma forma. Agindo de forma cautelosa e apresentando uma pequena desaceleração econômica, sempre dando a maior ênfase a prevenção. Por isso, no atual momento é importante que se tenha fornecedores confiáveis e que o processo de contratação de fretes seja otimizado de forma inteligente.