Olá leitores do blog da Cheap2ship!

Hoje trago um tema muito pertinente para todos os stakholders do setor logístico e principalmente para os profissionais do Supply Chain, o qual vem se desenvolvendo com a ajuda da Inteligência Artificial.

Vamos ao que interessa? Tenham todos uma boa leitura!

Primeiramente vou contextualizar o conceito de Supply Chain e de como fazer a gestão da Cadeia de Suprimentos.

Esse processo logístico é bem complexo, pois envolve a todos os integrantes de uma cadeia de abastecimento como fornecedores, fabricantes, distribuidores, varejistas e consumidores, lidando com todos esses elos em um mesmo processo logístico, desde a fabricação do produto até a entrega no cliente final, agilizando assim as suas etapas e obtendo resultados positivos.

Além de este processo interligar diferentes empresas de segmentos variados e manter a agilidade de seus processos operacionais, abrange diferentes funções como marketing, distribuição, armazenamento, operações e o desenvolvimento de produtos.

E por este motivo, o conceito de gestão da Cadeia de Suprimentos é essencial para as organizações, trazendo eficiência e eficácia para as operações, além de assegurar o controle maior do fluxo de informações resultando em uma performance global e de longo prazo.

A importância do Supply Chain tem uma abordagem sistêmica complexa e interativa, que aumenta as fronteiras organizacionais, pois este conceito evoluída logística sendo mais amplo e com relativa incorporação externa das atividades.

Quando as metas são alcançadas a implementação das mudanças podem aprimorar os processos garantindo assim a eficiência da logística estabelecendo que o produto certo chegue na quantidade precisa, no lugar e tempo corretos, em boas condições e ao menor custo possível.

Sua abrangência de gestão se sustenta em três eixos principais: processamento de negócios + tecnologias, iniciativas, sistemas e práticas + pessoas e organizações. E seus vieses trabalham de modo conjunto em uma escala evolutiva, indicando a finalidade da gestão de negócios que se apresentam de maneiras inovadoras, capacitando pessoas que viabilizarão o gerenciamento da Cadeia de Suprimentos ou Cadeia de Valor.

Para finalizar essa primeira parte deste artigo incrível, trago algumas vantagens e desafios nas operações do Supply Chain:
Vantagens:
– Melhoria dos serviços;
– Redução de custos operacionais;
– Aperfeiçoamento das finanças;
– Velocidade de resposta ao mercado;
– Capacidade de adaptação às mudanças.
Desafios:
– Exigências do consumidor;
– Tecnologias;
– Competitividade;
– Adoção de métricas.

COMO A RELAÇÃO ENTRE TECNOLOGIA E SUPPLY CHAIN BENEFICIA AS EMPRESAS?

Já disse anteriormente que a Cadeia de Suprimentos ou Cadeia de Valor é um processo muito importante e que está em constante melhoria, pois a sua alta performance determina a capacidade de entrega com a qualidade e exatidão das empresas

Os recursos tecnológicos estão cada vez mais automatizando diversos processos operacionais, possibilitando assim a redução de tempo, diminuindo erros e aumentando a produtividade.

A tecnologia plicada na Cadeia de Suprimentos serve para interligar processos, mantendo a eficiência de cada etapa com maior agilidade. Por meio da automação dos processos ocorrem maior dinamismo e controle, através de alguns benefícios:
– Redução dos custos: reduzindo perdas de vendas e excessos de estoques;
– Otimização de processos: sincronizando o abastecimento do insumo até a entrega do produto;
– Criação de padrões: desenvolvendo políticas e modelos adaptados para melhor gerenciamento;
– Tomada de decisão: produção de dados confiáveis e precisos que diminui as dúvidas do gestor.

Finalizando essa segunda parte deste artigo que vai te agregar muitos conhecimentos, abaixo listo algumas tecnologias aplicadas a Supply Chain Management:
– Robótica: cumprem as tarefas da linha de produção;
– Inteligência Artificial: otimiza a relevância dos negócios através da coletas de vários dados;
– Big Data: faz o trabalho de análise desses dados com responsabilidade estratégica.

QUAIS OS IMPACTOS DA IA NA SCM? COMO A RELAÇÃO ENTRE TECNOLOGIA E SUPPLY CHAIN BENEFICIA AS EMPRESAS?

A ampla concorrência faz com que as organizações busquem formas de se destacarem no mercado consumidor diante de seus concorrentes, na qual cada elo operacional execute as atividades de forma integrada.

A aplicação da Inteligência Artificial nas empresas causam alguns grandes e importantes impactos operacionais, como:

Gerenciamento de tempo real –o desequilíbrio na disponibilidade de produtos causam problemas de excesso do item em estoque, causando custos elevados ou ruptura do produto disponível, causando a insatisfação do cliente que busca o do concorrente.

Algumas empresas adotam sistemas de estocagem mais enxutos para manter a economia dos custos, porém a IA traz inovações tecnológicas que ajudam no processamento dos pedidos no Centro de Distribuição, como por exemplo, robôs que separam e coletam produtos ou até mesmo alternativas mais acessíveis como os leitores de códigos de barras, que controlam a entrada e a saída de mercadorias em tempo real.

Com a IA é possível analisar o histórico de compras, através do comportamento do consumidor no nicho de marcado que atua e deste modo, o gestor tem a visibilidade sobre as vendas no período, oscilação no mercado e custos reais.

PROFISSIONAL DE SUPPLY CHAIN: POR QUE ESSA DEMANDA ESTÁ CRESCENDO?

A demanda por esse profissional no mercado de trabalho vem crescendo e cada vez mais alcançando maior destaque nas operações do SC para que o sucesso do negócio e redução de custos seja garantido com um retorno rápido e satisfatório.

Seu papel tem um desempenho incrível e muito relevante nas empresas, ocupando assim posições centrais no planejamento estratégico.

O DESAFIO DO PROFISSIONAL DE SUPPLY CHAIN

Este profissional precisa se preparar bem para enfrentar todos os desafios do mercado de trabalho, principalmente nas operações logísticas que cada vez mais ficam automatizadas e dinâmicas.

Assim, com o mercado de trabalho tornando-se mais concorrido o profissional do Supply Chain deve apresentar diferencial na execução de suas atividades, provando seu valor e competência.

Existem também algumas dificuldades em conseguir a primeira experiência, por conta das empresas desejarem profissionais coma maior expertise, porém os mais jovens conseguem encontrar as suas primeiras oportunidades especialmente por meio de estágios.

QUAIS SÃO AS VANTAGENS QUE A EMPRESA TEM EM CONTRATAR UM BOM PROFISSIONAL DE SUPPLY CHAIN?

Certamente a área do Supply Chain administrada por um profissional qualificado ajudará no aumento do potencial competitivo e na melhoria da rentabilidade.

As tecnologias existentes e disponíveis para a efetivação de um bom trabalho nas operações logísticas do Supply Chain devem ser gerenciadas pelo profissional habilitado para que os líderes das empresas também consigam tomar iniciativas assertivas que vão ao encontro das decisões e do próprio negócio.

Tornando-se assim cada vez mais evidente os benefícios do bom trabalho executado pelo profissional do Supply Chain, tanto para os clientes finais, quanto para os stakeholders das empresas.

Um dos critérios importantes a serem pontuados pelo profissional é o nível de valor agregado que a Cadeia de Suprimentos e os processos logísticos estão entregando para que caso o nível do integrável esteja baixo poderá trabalhar para inovar e modificar a realidade atual.

E então você caro leitor, pretende se atualizar para se tornar um profissional mais competitivo?

CONCLUSÃO: EXPECTATIVAS PARA O FUTURO

Estamos vivendo a Revolução Industrial 4.0 que conecta e agiliza os processos operacionais, por todos os elos logísticos, através da Cadeia de Suprimentos.

A cada dia se faz essencial que as empresas reconheçam a importância do papel da tecnologia no mundo corporativo.

Este cenário muito ligado à Cadeia de Abastecimento faz uso da automação para a melhoria de resultados e a criação de vantagens competitivas.

Os gestores e suas equipes operacionais devem estar atentos e preparados para a adaptação às novas tendências que surgirão com frequência para a otimização da operação e o constante atendimento ao cliente final com qualidade e com eficácia.

Atualmente os profissionais de áreas diversas precisam conhecer um pouco de tudo (informática acesso a internet, manuseio de planilhas eletrônicas, processadores de textos e correios eletrônicos).

Para ser global necessita-se ser competente, além de ter agilidade, criatividade e produzir a baixos custos.

Assim, fica a cargo do profissional de Supply Chain desempenhar este processo adequado como fator decisivo e competitivo diante dos concorrentes, no nicho de mercado atuante, atendendo os clientes com excelência e prestando os serviços demandados.

A mudança de mercado provoca profundas alterações no perfil do profissional de Supply Chain, pois tendo o cliente como foco faz-se fundamental a sua retenção e fidelidade pela empresa.

Para isso os investimentos em conhecimento são essenciais para o êxito de todas as funções da organização, mantendo o Supply Chain com uma visão transacional que requer profissionais com atuação ampla.

Não restam dúvidas que vivemos em um momento de grandes oportunidades e também de muitos desafios. A competitividade organizacional é intensa e se transfere para o campo individual do colaborador

Aprenda a desaprender e então reaprenda! Estamos constantemente em evolução, aprendendo através de trocas genuínas que nos agregam conhecimento de valor para as nossas vidas profissionais.

Escrito por: Carla Cristina de Almeira

https://www.linkedin.com/in/carlacristinadealmeidalogistica/