Empresas com volume considerável de fretes, normalmente acima de 50 contêineres por mês, costumam realizar pesquisas de preços para realizar suas operações de frete e utilizam o que chamamos no comércio exterior de BID.

O BID é um processo licitatório para encontrar os melhores custos e condições de fretes para uma determinada origem e destino. Desta forma, empresas importadoras e exportadoras conseguem ter um custo fixo por determinado tempo sem ter que cotar caso a caso. Facilitando assim, o processo do time operacional de comércio exterior e supply chain, onde sempre que necessário haverá uma planilha para consultar e embarcar aquela determinada carga.

Porém, existem diversas formas de realizar essa operação, você sabe quais são os modelos existentes de negociação de BID mais populares no Brasil? Segue abaixo as 4 formas de realizar cotações BID:

Por demanda

Esse tipo de BID a empresa importadora e exportadora lança suas rotas ao mercado e após o prazo estipulado para recebimento de propostas ela analisa cada uma das cotações, porém não fecha contrato com nenhum fornecedor. Apenas deixa os valores elencados do mais barato ao mais caro e sempre que houver uma necessidade ela usa os mesmos para ir embarcando suas cargas. Esse tipo de modalidade é utilizado por empresas que fazem BIDS quinzenais e mensais em suas operações na sua grande maioria. Em tempos onde o frete oscila muito e os transportadores não consegue manter os valor por muito tempo essa modalidade tem se tornado bem comum no mercado.

Contrato por rota

Nesse modelo de contrato a empresa importadora e exportadora acaba fechando cada rota que ela está negociando no BID com o melhor fornecedor em cada uma delas. Isso faz com que ele tenha um leque maior de fornecedores dividindo as operações.. Esse formato é utilizado normalmente quando a empresa não quer correr o risco de um fornecedor vencer todas as rotas e ao final não cumprir com os valores. Por isso, empresas optam por essa modalidade.

E-book gratuito: 5 pegadinhas na hora de contratar seus fretes internacionais

Contrato com único fornecedor

Com esse tipo de contrato, o cliente escolhe apenas um fornecedor para fazer todas as suas rotas analisando o mesmo pelo melhor custo benefício no geral. Esse modelo é utilizado normalmente onde um fornecedor atende um continente específico. Nesse tipo de contrato, o cliente procura uma barganha maior justamente para que o fornecedor atenda um tamanho maior de mercado. É um dos formatos onde é possível notar valores mais agressivos de mercado por parte dos fornecedores.

Por lote

Nessa modalidade o importador e exportador acaba dividindo as quantidades de contêineres proporcional a cada fornecedor. Por exemplo: (Melhor colocado: 50% do volume / Segundo colocado: 30% do volume / 3° colocado: 20% do volume). Nesse formato as empresas buscam mitigar possíveis problemas de um operador não cumprir com o acordado e caso isso ocorra ela recorre ao fornecedor posterior, para que ele o faça nos valores já tabelados. É uma forma da empresa evitar problemas futuros.

Não existe um modelo padrão que para toda empresa servirá, porém esses mencionados acima podem lhe ajudar a encontrar uma forma de lhe ajudar a fazer o BID de acordo com a necessidade da sua empresa. Busque entender bem sua operação e como ela poderá se adequar a essa nova realidade, mas e você, como andam suas cotações BID?